CARAMBA! NÃO SABIA QUE MURIAÉ TEM ISSO!

O meu amigo Haroldo Barros, que divide a sua vida entre Muriaé e aquele casarão bonito perto do Elói Clemente, caminho de S. Domingos, me falou a respeito, mas não tinha o endereço. Só me explicou que era para subir reto no Bairro Inconfidência (???) no sentido oposto ao trevo do Porto, na BR 356. Então é aqui. Agora é subir e sair perguntando.

Isso foi nesse segunda. Mais cedo nós almoçamos peixe com os primos Renato e Mariléia.

Não foi difícil e logo chegamos lá. É isso que procurávamos: um casal que comercializa frutos do mar.
Opa! É nesse castelo.
Simpáticos os proprietários, Darci e a esposa Hilda. Os 15 anos morando em Salvador nos fizeram apaixonados por frutos do mar. Sempre que retornamos de lá ou viemos de SP a gente trás do CEAGESP.
Fomos nos deslumbrando com o que víamos.
Darci tem experiência de muitas décadas no ramo. Os pescados vêm de Santa Catarina. Ele conhece tudo de peixe, inclusive das dificuldades em criá-los em tanques.

Salmão cru, no ceviche, não tem nada igual. Também tem participação essencial na comida japonesa e minha patroa sabe tudo disso.
Camarões VM limpos.
Esse é o VG. Dois camarões no catupiry alimentam uma pessoa educada. A mim não.
Lagosta!!! Isso para mim é mais o charme. Ainda prefiro o camarão. Tenho uma experiência interessante. Logo que chegamos na Bahia houve um almoço com uma turma de SP, ligada ao grupo de donos da empresa e fomos almoçar num restaurante na Ilha de Itaparica, onde abundava frutos do mar. Rodízio com peixes, polvo, lula, camarões e lagosta.
No final, eu pedi a conta para rateá-la. Eram umas 8 pessoas e gritei algo tipo 250,00. Todos os paulistas pegaram os cartões na expectativa de pagarem esse valor por pessoa. Totalmente razoável para S. Paulo. Levaram um baita susto quando falei que esse era o preço total da conta. Viva a fartura!
A nossa empresa COMAB fazia ligação marítima Salvador-Itaparica.
Polvo também tem lá e dá um belo vinagrete.
Isso é tucunaré. Como se vê, tem tudo de água doce e salgada.
Claro que ficamos fregueses. Estocamos o freezer para a família que está vindo nesse fim de ano.
Além da qualidade, dos preços, tem a simpatia do casal.

Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Clebim, de dar água na boca...

    ResponderExcluir
  3. Sempre estranhei comermos muito pouco peixes e frutos do mar por aqui. E eu adoro, qualquer deles.

    ResponderExcluir
  4. Que maravilha gente! Ótimo achado!

    ResponderExcluir
  5. Vida de rico é uma maravilha. Por isto jogo sempre na Mega-Sena. Quem sabe um dia...

    ResponderExcluir
  6. Quando o klaus estiver por aqui vamos fazer uma paeja. Combinado?!!!

    ResponderExcluir
  7. Esse tal Geraldo de Castro que sempre fala aqui que eu sou rico, é meu amigo irmão, também engenheiro ferroviário aposentado e muito rico. Tem uma belíssima mansão no condomínio fechado onde morou Ronaldinho Gaúcho, em Lagoa Santa, e onde eu deixo meu carro e nos hospedamos, quando pegamos avião no Aeroporto de Confins. Ele fica dando esse de pobre, mas não cola. Cleber

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente este post!

Posts mais visitados do último mês