ACONTECEU MAIS UM ENCONTRO DO MENTE ATIVA

Em função de nossa ida para SP o projeto com a turminha da Terceira Idade ficou suspenso por várias semanas. Hoje ele voltou. São quase 40 encontros, desde novembro de 2017.
E temos gente nova para apresentar. Gráucia, de óculos, acabou de se mudar para Beli. Ela já foi mostrada em outras matérias. D. Luzia dispensa apresentação, mas é a primeira vez que participa do Projeto, assim como Maria, de blusa rosa.
Cláudio é o marido de Gráucia. Eles vieram do Rio.
Efigênia, Aparecida e Creusa.
Áurea, de cabecinha branca. veio pela segunda vez, com a mãe. D. Luzia, ao lado do irmão Zé Maria, Diretor do GAB. Sônia é participante e colaboradora.
Mirian conduz o encontro, tendo como tema A Figura do Pai Ontem e Hoje, já que estamos próximos do Dia dos Pais. A proposta é a de relembrar o perfil do PAI de tempos atrás, comparando com o modelo de PAI atual.
Todos querem falar de suas experiências. 
Mais gente na roda: Nenê e Julita.
Aparecidinha chegando.
Neusa Toscano também presente.
Maria Pedra chegou.
E a Maria Neves trouxe o marido, pela primeira vez.
Grupo fechado com 20 participantes. Vários justificaram a ausência, inclusive Dani Clemente, que participa da coordenação do Projeto.
Há um certo consenso: os pais tinham um perfil muito rígido, com pouca intimidade para com os filhos, disciplinadores, extremamente voltados para o trabalho árduo, mas cumpriram com louvor o papel de chefe da família, provedor e tornaram-se referência para todos eles.
Também foi valorizado o perfil de pai de hoje, mais participativo na vida dos filhos, que divide tarefas domésticas divide a criação com as mães.

Mais de 1 hora de conversa e vamos ao lanche. Mirian ofereceu um canjicão para esquentar. 
Esse momento é muito divertido. Começando com "coelhinho na toca". 
Tem uma toca a menos que o número de coelhos. Quando Mirian grita "coelhinho sai da toca" eles têm de trocar. 
Opa! Dois na toca não vale.
Nessa D. Luzia ficou sem toca. Tem de pagar um mico. Imitar, cantar, declamar...  cada um que fica de fora faz algo.
Se não temos "tabela de basquete" vai mesmo "bola na panela".
Duas equipes disputam para ver quem lança 10 bolas. A equipe de Neusa ganhou.
Agora tem de  arremessar o arco e laçar a garrafa pet. Tudo aqui é improvisado.

Outro momento agradável é o bingo.

Vou cantando devagar pra ninguém levar barrigada.
Cirinho preencheu a cartela primeiro e ganhou uma caixa de bombons.
Já começando a escurecer, com refletores acesos, encerramos com a avaliação pelo grupo e uma oração, seguida do Pai Nosso.
Foi muito gostosa a tarde. Quarta-feira próxima tem mais.

Comentários


  1. Recitar, cantar etc para pagar o mico, para Da. Luzia é moleza !

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente este post!

Posts mais visitados do último mês