AGORA SIM, CONHECENDO BUDA E PESTE

Na postagem anterior chegamos em Budapeste, fomos para o apartamento alugado, mas não fomos dormir. Mesmo viajando mais de 500 km, quem paga uma viagem em Euros a 5 paus, não tem o direito de descansar.
Ao contrário de Salzburgo, aqui tem vida noturna agitada.
Nesse estacionamento, vários food trucks.
A rua é um agito só.
Agora sim, vamos conhecer a cidade. Estamos no domingo cedo.
Nada de prédio alto e vou lhe explicar o motivo lá na frente.


Vamos andar por cerca de 2 km.
É difícil separar o que é bonito pra lhe mostrar. Tudo é bonito.
Aqui o nosso ponto de encontro, defronte à basílica.
Mari soube que aqui tinha um guia turístico em espanhol, para mostrar a parte histórica da cidade.Ela e André poderiam ter escolhido um guia em inglês, mas para mim e Mirian iria ser complicado.
Logo ganhamos um mapa da cidade. Viu agora a minha provocação na manchete dessa matéria? Ela explica que na verdade eram duas comunidades diferentes: Buda e Peste, 
Todo esse tempo de contemplação.

A guia conta a história conturbada dessa região, que foi vítima de comunistas e  nazistas. Eles odeiam a ambos. eles foram poderosos na época do império Austro-húngaro, época da famosa Rainha Sissi, mas foram invadidos pelos turcos posteriormente.. Na segunda guerra optaram em apoiar Hitler, com a promessa de que teriam restituídos todo o território perdido, cerca de dois terços do que lhe restaram. Arrependeram-se dessa decisão, mas já era tarde. a cidade teve todas as suas pontes e muitas edificações destruídas pelos nazistas.

Vamos  subir lá no lá no Morro do Castelo, que você vê ao fundo. 
Uma história de muitos ganhos e perdas.
Uma história de muitos ganhos e perdas.
Estamos no lado de Peste e a guia nos conta outra história. Vamos atravessar pela Ponte das Correntes. Uma outra curiosidade nos contada pela guia. Ela foi inaugurada em 1849 e na hora da inauguração alguém gritou: os leões não têm língua! Isso muito chateou o arquiteto, que imediatamente se atirou no Rio Danúbio, vindo a falecer.
Belíssimo Danúbio. Tem quase 3 mil km de extensão. Nasce na Floresta Negra, na Alemanha e deságua no Mar Negro, na Romênia.
Vamos para Buda. Na verdade, hoje é uma cidade só: Budapeste, mas há uma certa rivalidade  entre um lado e o outro.
Pode subir pelo funicular.
ÁAgua em abundância para o público.
Vamos subir pela escada. Todo o grupo.
Olha que vista para o lado de Peste!
Fiquei alguns segundo para descobrir que o guarda é de verdade. O cara fica absolutamente imóvel por uma hora, depois tem a troca de guarda.
Aqui é a sede do governo.
Eu lhe falei que não havia prédios altos aqui. Agora vai a explicação que nos foi passada. Já há centenas de anos foram erguidas a Catedral de Santo Estevão e o o prédio do parlamento, ambos com 96 metros de altura. A Igreja e o poder deveriam ter a supremacia sobre tudo e assim, nenhuma edificação poderia ter mais de 96 metros.
A igreja é a maior da Hungria, tendo capacidade para 8500 pessoas.
Maravilhosa a igreja de São Matias, o rei mais querido da Hungria, coroado em 1458.  A rainha Sissi foi coroada aqui.
Durante a ocupação turca os católicos sofreram grande pressão para se convertem ao islamismo. Os templos passaram a professar a fé islâmica e era punido quem não não fizesse isso. Essa pintura de preto foi feita posteriormente para registrar essa marca ruim na história da Hungria.
Legal isso: "Uma pessoa não pode dormir bem, amar bem, pensar bem, sem comer bem". Então vamos fazer isso.
Então vamos comer.
Usando o aplicativo pra traduzir para o português o cardápio.
Bastião dos Pescadores, uma construção branca, que lembra um castelo de areia feito por crianças. Representa as 7 tribos que participaram da formação local. Foi construído entre 1895 e 1902 para comemorar o primeiro milênio do estado húngaro
Comprinhas...
Um vestidinho para Alice. Custou cerca de 120 reais. Não foi caro.
Quando você olhar uma estátua de alguém sobre um cavalo, fique sabendo que a posição das patas do animal sinalizam a causa da morte do retratado. Funciona de seguinte forma: quando o cavalo está com as 4 patas no chão, significa que a pessoa morreu de causa natural. Se apenas uma pata está levantada, a morte se deu em consequência de um ferimento em batalha. Se o cavalo da estátua está com duas patas para o alto significa que a pessoa morreu em combate. 

Como você viveu todo esse tempo sem saber disso?
Vamos descer.
Não me pergunte o que é essa marmota.
Um desfile de motos. Alguns minutos passando, de forma ininterrupta. Muito grande. 
Essa foi a primeira igreja católica construída em Budapeste.
Uma cidade de boa mobilidade urbana. Oferta rodovia, ciclovia, ferrovia, e hidrovia
Ficamos por aqui.

Comentários

  1. Tudo muito bacana!
    Adorei a lição sobre as patas do cavalo

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, primo! Que matérias lindas! Que fotos maravilhosas!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Tudo lindo demais . Também gostei da curiosidade das patas do cavalo.
    Cibele Gurgel Rio

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente este post!

Posts mais visitados do último mês