A CENA QUE A GENTE MAIS GOSTA

De vez em quando uma angústia costuma bater no peito da gente, e perguntamos: será que não mais teremos de volta as águas de chuvas em abundância? Será que o Rio Fumaça não vai mais sair de seu leito? E a as nossa nascentes que sumiram: vão voltar?
Pois veja a consequência das últimas chuvas que vêm caindo sobre a nossa região;  A Cachoeira de Belisário está assim. Não saí do carro, pra não molhar a câmera.
E agora veja isso!
O Rio Fumaça tá parecendo o Amazonas. 
Sumiu a Serra do Brigadeiro. Tem muita água ainda por cair.
Mas a estrada está firme.
Vamos voltar e dar um pulo no "banheiro", onde você tomava banho, quando moleque.
Quando enche muito a água invade essa casa. Isso a gente não quer.
Ainda mais que ele é parceiro da RVP- Rede de Vizinhos Protegidos.
Vamos descer até a ponte que vai para Rosário da Limeira.
Tá bonito.
Como será que está a estrada por lá. Vamos perguntar àquele carro.
Opa! É o Zé Maria. Falou que está ótima, sem barro. Foi providencial jogarem saibro na subida que temos logo à frente.
Aqui tá bom.
Vou caminhar um pouco para mostrar lá de cima do pasto. A minha rotina tem sido a de correr riscos para lhe manter bem informado.
Tá vendo a Matriz lá no fundo? Tempo muito carregado fica difícil de fotografar.
Fundos na nossa área de eventos e UBS.
Saída para Itamuri. O rio vira à direita,  vai na direção de São Domingos, Usina da Fumaça... Muriaé.
O gado é esperto. Tá vendo que o melhor é subir para a parte de alta. Vai que...
Boa tarde jovem!
Como vai rapaz?
Deixa de ser animal, cara. Vai ficar ilhado aí, seu burro.
O sábado amanheceu carregado mas agora sem chuva. À noite ela ainda caiu.

Comentários

  1. Vou pra Serra descer de caiaque. Uhulll.

    ResponderExcluir
  2. Franciscanos de Santa Maria dos Anjos2 de dezembro de 2017 09:11

    Realmente é a cena que a gente mais gosta aqui no distrito!
    Obrigado pela matéria, muito bom mesmo ver nosso rio fumaça e as cachoeiras cheios novamente. Antes pareciam mais um corregozinho... Chuva na roça é sinal de vida, benção e fartura.
    Louvado e bendito sejas ó Deus pela nossa mãe natureza, nossa irmã chuva!!!

    ResponderExcluir
  3. Sobre tudo isso, Padre Fábio de Melo canta no "Cântico das Criaturas"...

    Altíssimo e onipotente Bom Senhor
    Teus são os louvores, a glória a honra e toda a benção
    A Ti somente, Altíssimo, eles convém
    E nenhum homem é digno de te imitar

    Louvado sejas, meu Senhor, com todas as Tuas criaturas
    Especialmente o senhor irmão Sol
    O qual faz o dia e por ele alumia
    E ele é belo, radiante, com grande esplendor de Ti

    Louvado sejas, meu Senhor, pela irmã Lua
    Pelas estrelas que no céu Formaste-as claras preciosas e belas

    Louvado sejas, meu Senhor, pelo irmão vento
    Pelo ar, pela nuvem, pelo sereno e todo tempo
    Pelo qual dá às tuas criaturas o sustento

    Louvado sejas, meu Senhor, pela irmã água
    A qual nos é muito útil, úmida, preciosa e casta

    Louvado sejas, meu Senhor, pelo irmão fogo
    Pelo qual iluminas a noite, ele é belo robusto e forte

    Louvado sejas, meu Senhor, pela nossa irmã a mãe terra
    A qual nos sustenta, governa e produz diversos frutos,
    Flores coloridas e ervas (2x)

    Louvado sejas, meu Senhor, pela nossa irmã a morte corporal
    Da qual nenhum vivente pode escapar
    Bendito aquele que se encontra na Tua santíssima vontade
    Ao qual a morte não fará mal

    Louvai e bendizei o meu Senhor
    Agradeça e sirva com grande humildade
    Louvai e bendizei o meu Senhor
    Agradeça e sirva com grande humildade
    Louvai e bendizei o meu Senhor
    Agradeça e sirva com grande humildade
    Louvai e bendizei o meu Senhor
    Agradeça e sirva com grande humildade
    Louvai e bendizei o meu Senhor
    Agradeça e sirva com grande humildade

    Louvai e bendizei o meu Senhor...
    Louvai e bendizei o meu Senhor...
    Louvai e bendizei o meu Senhor...
    (...)

    ResponderExcluir
  4. Sem nenhum demérito às demais matérias de EMBELISARIO, este foi o cenário mais desejado do ano. Previsões meteorológicas indicam redução gradativa das chuvas para os próximos 40 anos. Num futuro não muito distante, vamos construir uma barragem naquela "garganta" onde está a ponte que dá acesso ao sítio do José Paulino. Ali vamos armazenar alguns milhões de m³ de água, e seremos detentores do líquido mais precioso da Terra. E nunca podemos descuidar das nascentes onde as áreas de recarga precisam ser intensamente revegetadas. Sem vegetação não há infiltração das águas da chuva nem enriquecimento dos lençóis subterrâneos. Pelo contrário, há escoamento superficial (enxurradas) que carreia milhões de toneladas de solo fértil, provocando o assoreamento dos rios.

    ResponderExcluir
  5. Ótima matéria....

    Já havia imaginado uma barragem, onde Dárcio Calais mencionou....

    E não acredito muito no esforço feito por ti, onde diz que "Vou caminhar um pouco para mostrar lá de cima do pasto. A minha rotina tem sido a de correr riscos para lhe manter bem informado". Pois ali de onde tirou as fotos é uma antiga estrada, que na qual, antigamente quando tinha barro na "rodovia" São Domingos - Belisário, era a opção de trânsito. Só tinha 11 porteiras para serem abertas... nada que uma criança não pule do carro para abrir...


    Obrigado pela matéria.. sempre bom e revigorante ver este manancial em abundãncia...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente este post!

Posts mais visitados do último mês